O Monte dos Vendavais – Emily Brontë

O Monte dos Vendavais de Emily Brontë conta a história de uma paixão avassaladora, associada a sentimentos de vingança que duram toda uma vida.

Heathcliff, o personagem central desta história, é adotado na família Earnshaw. Uma grande amizade surge entre ele e Catherine Earnshaw, sua irmã a partir da sua adoção, e que logo cresce para outros sentimentos mais tempestuosos. Heathcliff é invejado, desprezado e maltratado pelo seu irmão, Hindley, mas a vida vai dar muitas voltas, e nem sempre este irá ficar nessa posição de vantagem.

Catherine Earnshaw acaba por escolher um casamento de conveniência, e Heathcliff com o seu orgulho vai desaparecer por vários anos. O seu regresso vai ter consequências devastadoras para todos os que pertencem aquela família…

Ao início, através do relato de Mr Lockwood, o novo inquilino do Monte dos Vendavais, conhecemos os intrigantes personagens Mr e Mrs Heathcliff, que recebem a sua visita com uma anormal rudeza. Mrs Heathcliff foi mulher do falecido filho de Mr Heathcliff. Fiquei curiosa, logo desde o início, acerca da ligação desde dois personagens, e como teria morrido o filho de Mr Heathcliff. Além deles os dois, mora com eles Hareton Earnshaw, e a ligação deste personagem, e do seu sobrenome com esta família é ao início um mistério.

Lockwood passa uma noite forçada na casa do seu senhorio, e através do encontro de uma espécie de diário, levanta a ponta do véu sobre a história desta estranha família. Mas vai ser Ellen Dean, uma criada antiga da família, que vai contar a Lockwood toda a sua história. Na verdade, Lockwood vai contar em primeira pessoa a narração de Nelly, o que torna este narrador pouco verosímil, uma vez que os diálogos de um passado tão distante são transcritos como se ele próprio tivesse presenciado as cenas muito recentemente.

O Monte dos Vendavais é tudo menos um romance light. Todos os seus personagens são imperfeitos e alguns deles são capazes de vários actos de uma fria crueldade, e foi por isso que durante a leitura estive sempre intrigada em saber onde é que toda aquela história ia dar. Fiquei curiosa em conhecer outros livros das irmãs Brontë, as figuras femininas escolhidas para o mês de Março para o projecto #historiquices da Miúda Geek.

E vocês já leram este livro? O que é que acharam? Contem-me tudo! 😃
Editora: Editorial Presença

Tradução: Fernanda Pinto Rodrigues

Páginas: 315

ISBN: 978-972-23-4247-6

Imagem de destaque: By Patrick Branwell Brontë (http://www.abm-enterprises.net/emily.htm) [Public domain], via Wikimedia Commons

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *