O Artista – Michel Hazanavicius

Dos 4 filmes que já vi para a Cinematona Especial Óscares, O Artista (The Artist) era o que eu tinha menos expectativas… Eu sabia que era um filme a preto e branco, mudo, uma homenagem aos filmes antigos, por opção do realizador.

Sinopse

Em Hollywood um artista, actor de sucesso de filmes mudos, conhece uma rapariga que se lança daí em diante numa carreira de actriz de sucesso. Pouco tempo depois, o artista entra em declínio no momento em que o cinema mudo sai de moda, e passa a estar em voga o cinema falado. 

A minha experiência com o filme

Tal como a receção da ideia de fazer um filme deste género inicialmente não foi lá grande coisa, também eu não estava muito entusiasmada para o ver. Puro preconceito!!! Este filme transmitiu a sua história tão bem que me emocionei varias vezes!!

As expressões faciais e corporais dos atores são fantásticas e a música de excelente qualidade ilustra as cenas muito bem. Nenhum momento do filme foi cansativo e o final, que foi surpreendente, deixou-me com um sorriso nos lábios!

Curiosidades sobre o filme

Este filme é considerado o mais premiado filme francês na história do cinema. Ganhou 151 prémios, e teve 185 nomeações. Entre outros, ganhou 5 Óscares, 3 Globos de Ouro, 7 BAFTA (British Academy Film Awards), 1 Prémio Screen Actors Guild, 6 César (prémio anual do cinema francês), e 4 Independent Spirit Awards.

O Artista foi filmado em 22 FPS (frames por segundo). Quando o filme é projetado no padrão de 24 FPS, a ação torna-se ligeiramente acelerada. A maioria dos filmes antigos era filmado abaixo dos 24 FPS, por isso tornam-se acelerados quando projetados no padrão normal. Quando os filmes sonoros foram introduzidos, a taxa FPS foi padronizada em 24, para que fosse possível sincronizar o som com as imagens.

Jean Dujardin e Bérénice Bejo ensaiaram a sequência de dança durante cinco meses, praticando quase todos os dias no mesmo estúdio que Debbie Reynolds e Gene Kelly costumavam ensaiar para o filme Singin’ in the Rain (1952).

 

Desafio 2 da Cinematona Especial Óscares – √

Veja o trailer do filme aqui.

Realização: Michel Hazanavicius

Ano: 2011

Duração: 100 minutos

Género: Comédia, Drama, Romance

A minha pontuação: 9/10