Ilíada de Homero

Ler os clássicos pode ser uma dor de cabeça se não estiver disposto a ler devagar e a pesquisar sobre aquilo que lê. O mais saboroso quando se lê uma obra de Homero é descobrir as histórias mitológicas que estão por detrás das referências na obra.

A Ilíada foi o meu primeiro livro de Homero, e para compreender melhor tudo isto, fiz um pequeno inventário das suas personagens, que partilho aqui.

Este não pretende ser um inventário exaustivo das personagens da Ilíada, mas uma referência às que de alguma forma foram importantes no desenvolvimento da sua história.

Os Deuses

Afrodite – Deusa do amor, da beleza e da fecundidade. Filha de Zeus e de Dione. Pode ser chamada de deusa Cípris. Protegia a cidade de Tróia e os amantes Helena e Páris.

Apolo – Também chamado de Febo Apolo. Filho de Zeus e de Leto ou Latona. Deus do dia e da luz. Era um deus extremamente belo. Esteve do lado dos troianos na guerra de Tróia.

Ares – Deus da guerra selvagem. Filho de Zeus e Hera. Ao contrário de Atena, também deusa da guerra, que representava uma coragem inteligente e refletida, Ares era de uma violência cega, insaciavelmente sedento de de sangue e carnificinas. Combateu ao lado dos troianos na guerra de Tróia.

Artémis – A arqueira. Irmã gémea de Apolo, que com ele iluminava alternadamente o mundo: Apolo com a luz do sol iluminava o dia, e Artémis iluminava a noite com a luz da lua. Esteve do lado dos troianos na guerra de Tróia. Conservou eternamente a virgindade. Rainha das florestas e das montanhas.

Atena – Também conhecida como Palas Atena. Filha de Zeus. Deusa da civilização, da sabedoria, da estratégia em batalha, das artes, da justiça e da habilidade. Filha de Zeus e Métis. Manteve uma virgindade perpétua. Protetora de Atenas e de toda a Ática (região da Grécia onde se localiza Atenas). Ajudou os gregos na guerra de Tróia.

Hades – Senhor dos Infernos. Irmão de Zeus e de Posídon. Os Infernos eram o lugar subterrâneo e tenebroso, dividido em quatro regiões: o Érebo, onde moravam as Fúrias, a Morte e o Cérbero (o cão de três cabeças que guardava a entrada); a região dos Maus, lugar das expiações; o Tártaro, onde são aprisionados deuses inferiores e onde foram encerrados os Titãs e os Gigantes; e os Campos Elíseos, onde viviam felizes as almas virtuosas.

Hefesto – Deus do fogo, como elemento benéfico ao progresso da civilização. Filho de Zeus e de Hera. Era um deus feio e coxo, mas que conseguiu casar com a bela Afrodite. Aprendeu a trabalhar os metais, e por isso se tornou também o deus do ferro, do bronze, do ouro, da prata e de todas as matérias fusíveis. Da sua forja fez o escudo de Aquiles, e muitas outras peças maravilhosas.

Hera – Filha de Cronos e de Cibele. Irmã e esposa de Zeus. Deusa das bodas, da maternidade, do céu e das esposas. Tem um temperamento ciumento e vingativo. Perseguiu tanto as amantes de Zeus como os seus filhos ilegítimos. Rainha dos deuses e patrona da fidelidade conjugal. Segundo os poemas homéricos, ela teria sido criada por Tétis, antes de Zeus ter usurpado o trono de Cronos. Esteve do lado dos gregos na guerra de Tróia.

Íris – Filha de Taumante e de Electra. Casada com Zéfiro. Íris era a personificação do arco-íris. Era mensageira dos deuses, tal como o arco-íris que une a terra e o céu.

Hermes – Referido como o auxiliador. Filho de Zeus e de Maia. Deus do crepúsculo. Era mensageiro dos deuses, intermediário entre estes e os mortais. Esteve ao lado dos gregos na guerra de Tróia.

Posídon – Filho de Cronos e de Reia. Ajudou o seu irmão Zeus a destronar Cronos, e por isso Zeus concedeu-lhe o reino do mar. É referido na Iliíada como o Sacudidor da Terra.

Tétis – Era uma bela Nereida, filha do Velho do Mar, Nereu, e de Dóris. Mãe de Aquiles.

Zeus – Também chamado de Zeus Crónida, pois era filho de Cronos e Réia. Com a ajuda de Hades, Posídon, os Cíclopes e os Gigantes, destronou o pai Cronos, e tornou-se ele própio o pai dos deuses e dos homens.Deus dos raios. Casado com Hera.

Aquiles mata Heitor na guerra de Tróia. Pintura de Peter Paul Rubens.
1. Aquiles mata Heitor na guerra de Tróia.

Gregos (Também chamados de Aqueus, Argivos e Dânaos)

Agamémnon – Rei dos Aqueus. Filho do rei Atreu de Micenas, e por isso chamado de Atrida. Irmão de Menelau. Sua escrava e concubina é Criseida.

Ajáx – Arqueiro. Filho de Oileu. Chamado de Ajante.

Ajáx Telamónio – Filho de Télamon (rei de Salamina). Chamado de Ajante.

Aquiles – Filho da deusa nereida Tétis e de Peleu, rei dos mirmidões. Sua escrava e concubina é Briseida.

Calcas – Filho de Testor. Era um importante adivinho grego.

Diomedes – Filho de Tideu (e por isso é também chamado de o Tidida)e Deipile. Príncipe de Argos. O mais valente da guerra de Tróia, somente depois de Aquiles. Fere Afrodite.

Esténelo – Rei de Argos (cidade da Grécia), filho de Capaneu.

Estentor – Um dos heróis do cerco de Tróia. Sua voz era tão forte quanto a de centenas homens que gritassem ao mesmo tempo e permanece como sinónimo de voz potente.

Helena – Filha de Zeus e de Leda. Esposa do rei Menelau de Esparta. Era tida como a mais bela do mundo. Apaixona-se por Páris e foge com ele para Tróia.

Menelau – Comandante grego. Filho do rei Atreu de Micenas, e por isso chamado de Atrida. Irmão de Agámemnon. Sua esposa, Helena, fora raptada por Páris.

Troianos (Também chamaos de Dárdanos, Dardânidas e Dardânios)

Crises – Sacerdote, pai de Criseida (escrava e concubina de Agámemnon).

Eneias – o mais famoso dos chefes troianos. Filho da deusa Afrodite e de Anquises. Favorecido pelos deuses, em várias ocasiões foi por eles salvo, durante os combates. Ferido na guerra de Tróia por Diomedes (canto V – verso 305), mas salvo pela mãe Afrodite.

Heitor – Grande herói dos troianos. Irmão de Páris e de Cassandra, filho do rei Príamo (rei de Tróia), e de Hécuba. Sua esposa é Andrómaca e o seu filho é Astíanax.

Idomeneu – Rei de Creta.

Pândaro – Filho de Licáon e de Lícia. Troiano. O melhor dos arqueiros depois de Páris. Protegido do Deus Apolo.
É incentivado por Atena a disparar sobre Menelau para quebrar uma trégua entre troianos e aqueus,que poderia pôr fim à guerra. Atinge Diomedes com uma seta. Por sua vez, Diomedes atinge-o com a lança e corta-lhe a língua (Canto V – verso 291). Pândaro morre.

Páris – Também conhecido como Alexandre. Filho do rei Príamo (rei de Tróia), e de Hécuba. Irmão de Heitor e de Cassandra. É o responsável por raptar Helena, esposa de Menelau, que governava a cidade grega de Esparta, dando início à guerra de Tróia que duraria dez anos.

Príamo – Rei de Tróia. Filho de Laomedonte. Pai de Heitor, Páris e Cassandra.

Sárpedon – Filho de Zeus. Lutou na guerra de Tróia ao lado dos troianos e foi morto por Pátroclo.

Fontes

HOMERO (2014), Ilíada, Lisboa: Livros Cotovia
LAMAS, Maria (2008), Mitologia Geral – Volume I, Lisboa: Editorial Estampa
Wikipédia

Créditos das Imagens

Imagem de destaque do artigo: Aquiles levando Heitor, na guerra de Tróia. Pintura de Franz von Matsch. Domínio público, via Wikimedia Commons.

Imagem 1: Peter Paul Rubens (Domínio Público), via Wikimedia Commons